Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Aluno > IFG > Últimas notícias > Estudantes do Câmpus Goiânia são premiados em Olimpíadas de Matemática
Início do conteúdo da página
Premiação

Estudantes do Câmpus Goiânia são premiados em Olimpíadas de Matemática

Alunos dos cursos técnicos integrados conquistaram medalhas na OMEG e na OBMEP

O aluno Carlos Eduardo Pires da Silva conquistou medalha de prata na OBMEP 2018;  A aluna  Beatriz Marques Cavalcante recebeu medalha de bronze na OMEG; e o aluno Gustavo Passinato Neves ganhou medalha de prata na OMEG
O aluno Carlos Eduardo Pires da Silva conquistou medalha de prata na OBMEP 2018; A aluna Beatriz Marques Cavalcante recebeu medalha de bronze na OMEG; e o aluno Gustavo Passinato Neves ganhou medalha de prata na OMEG

Alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do Câmpus Goiânia foram medalhistas em Olimpíadas nacional e regional de Matemática neste ano. O estudante do 3º ano do curso técnico em Telecomunicações, Gustavo Passinato Neves, conquistou medalha de prata, e a aluna do 4º ano do técnico em Edificações, Beatriz Marques Cavalcante, ganhou a medalha de bronze na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás (OMEG). Já na edição 2018 da Olimpíada Brasileira das Escolas Públicas (OBMEP), o estudante do 4º ano do técnico em Edificações, Carlos Eduardo Pires da Silva, conquistou medalha de prata e também foram premiados 17 alunos do câmpus que receberam menção honrosa na competição nacional. Os resultados finais das olimpíadas foram divulgados no final deste mês.

O Câmpus Goiânia recebeu o troféu de Escola Destaque na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás (OMEG), graças à conquista dos estudantes que ganharam medalhas de prata e de bronze na competição.

 

Um dos medalhistas na OMEG, o estudante Gustavo Passinato Neves, revela que a conquista da medalha de prata foi muito importante. Ele conta que há menos de um ano começou a estudar para as olimpíadas da área e já conseguiu ter um ótimo resultado, ficando entre os três melhores do estado de Goiás.“Eu consegui participar de diversas olimpíadas no decorrer desse ano. E no ano que vem, eu quero conquistar a medalha de ouro”, ressalta Gustavo. Graças à conquista da medalha na competição estadual, ele foi convidado a participar da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e aguarda o resultado final dessa competição, que, segundo ele, tem um alto nível de exigência dos competidores.

Além da conquista na competição estadual, Gustavo Passinato Neves também concorre à premiação na Olimpíada Internacional de Jovens Matemáticos (International Youth Math Challenge). Ele é um dos finalistas e fará a prova da competição estrangeira hoje, dia 29 de novembro, no Câmpus Goiânia. O estudante participou também da OBMEP 2018 e foi um dos premiados com menção honrosa na competição nacional de estudantes das escolas públicas.

Na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás (OMEG), outra aluna do Câmpus Goiânia que conquistou lugar no pódio foi Beatriz Marques Cavalcante, do 4ª ano do curso técnico integrado em Edificações. Ela recebeu a medalha de bronze, conquistando o terceiro lugar entre os melhores estudantes do estado de Goiás na olimpíada.

Beatriz conta que participa de olimpíadas de matemática desde o ensino fundamental, quando na época ganhou duas medalhas de bronze na OBMEP. Mas, na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás, é a primeira vez que conquista uma premiação. Segundo ela, a participação em competições da área foi muito importante para sua trajetória estudantil. “Por meio das premiações que eu tive na OBMEP, eu fiz um curso de iniciação científica, que ganhei por ter sido medalhista. E a olimpíada acrescenta muitos conhecimentos. A OMEG é uma prova diferente da OBMEP, é uma prova mais difícil. Foi bem legal ter ganhado a medalha de bronze, eu não esperava”, afirma a estudante. Beatriz também foi convidada a realizar a prova da Olimpíada Brasileira de Matemática e aguarda o resultado final dessa competição.

A cerimônia de entrega das medalhas da OMEG foi realizada no dia 23 de novembro, no Câmpus Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia. Na solenidade, o IFG – Câmpus Goiânia também recebeu o troféu de Escola Destaque na OMEG, devido à conquista dos estudantes premiados em segundo (medalha de prata) e terceiro (medalha de bronze) lugares na competição.

No Câmpus Goiânia, o incentivo para que os estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio participem das olimpíadas de matemática partiu da coordenação de Matemática, por meio de uma comissão composta pelos professores da área: Kelvin Rodrigues, Franciane José da Silva e Julio Cesar Saavedra Vasquez. Segundo o professor Kelvin Rodrigues, que é presidente dessa comissão, após verificar o bom desempenho dos alunos do câmpus na primeira fase da OBMEP, eles incentivaram os discentes a participarem também da OMEG. Como as vagas para participar da competição regional eram limitadas, apenas 10 alunos que haviam sido classificados na primeira fase da OBMEP foram inscritos e eles receberam aulas preparatórias para a OMEG, que foram ministradas pelos professores Kelvin Rodrigues, Hugo Leonardo da Silva Belisário e Reinier Díaz Millán.


OBMEP

Outro estudante do Câmpus Goiânia premiado foi Carlos Eduardo Pires da Silva, do 4º ano do curso técnico integrado em Edificações. O aluno recebeu medalha de prata na edição 2018 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Carlos Eduardo é experiente em participar da OBMEP desde o ensino fundamental e já recebeu três medalhas de bronze, uma de ouro,  uma de prata e duas menções honrosas. Ele, que está no último ano do curso técnico em Edificações, participa da competição desde quando ingressou no IFG – Câmpus Goiânia. Só no tempo que estuda no Câmpus Goiânia, o aluno Carlos Eduardo Pires da Silva foi medalhista de bronze na OBMEP em 2017 e este ano ganhou medalha de prata. Para ele, as experiências com a olimpíada vão além do que é ensinado no curso, mas são aprendizados para a vida.

Carlos aponta que um dos incentivos que a disputa proporciona é a bolsa de estudo do Instituto Tim, destinada aos estudantes que foram medalhistas na OBMEP e que visa dar apoio financeiro para que estudantes possam cursar o ensino superior. “Incentivo a todos a participarem das olimpíadas de matemática, porque vai além das provas, de algumas horas em sala de aula. Eu mesmo já tive oportunidade de viajar para fora do estado, de conhecer pesquisadores da área, como Arthur Ávila, que é o nosso Nobel da matemática praticamente. É uma experiência gratificante. Estou encerrando minha participação na OBMEP, mas não vou deixar de continuar incentivando e apoiando outros estudantes a participarem”, destaca o aluno Carlos Eduardo Pires da Silva.

A respeito do desempenho dos estudantes do Câmpus Goiânia na OMEG e OBMEP, o professor de Matemática Kelvin Rodrigues parabeniza os estudantes e destaca: “Gostei bastante do desempenho dos alunos e eles estão de parabéns, assim como os professores que ministraram aulas para estes alunos durante toda a formação deles. Embora este cenário seja muito bom, queremos melhorar mais, pois acredito que temos condições, já que nosso quadro de professores é muito bem qualificado e temos uma boa estrutura”. Para o professor, é necessário haver mais aulas de matemática para os alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio no câmpus, para que mais discentes aprendam a matemática e possam superar as dificuldades de aprendizagem que esses alunos possam ter em relação ao conteúdo da área. O professor Kelvin adianta que, para o próximo ano, estão estudando a possibilidade de continuar com o curso de preparação para as olimpíadas de matemática no período vespertino para os estudantes de nível médio.

O IFG - Câmpus Goiânia recebeu troféu Escola Destaque na OMEG.
O Câmpus Goiânia recebeu troféu de Escola Destaque na OMEG.


Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia.

Notícias (Aluno)

Fim do conteúdo da página