Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Aluno > IFG > Últimas notícias > Cine Mutamba faz sessão especial no Festival de Artes
Início do conteúdo da página
XIV Festival de Artes

Cine Mutamba faz sessão especial no Festival de Artes

A sessão "Novo Goiás Velho" terá a apresentação de curtas-metragens que incluem produções do Câmpus Cidade de Goiás

imagem sem descrição.

O Cine Mutamba, cineclube de alunos e professores do curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual do Câmpus Cidade de Goiás do Instituto Federal de Goiás (IFG), fará uma sessão especial na programação do XIV Festival de Artes de Goiás, que este ano acontece de 7 a 10 de novembro, na cidade de Itumbiara.

A sessão do cineclube acontecerá na sexta-feira (10 de novembro), às 17 horas, na sala de cinema do Câmpus Itumbiara. Na programação do Cine Mutamba dentro do Festival de Artes serão exibidos filmes dos estudantes do curso de cinema que se destacaram no circuito brasileiro de eventos audiovisuais, nos anos de 2016 e 2017. A sessão conta com a participação de sete curtas-metragens, sendo 1 animação, 2 documentários, 2 filmes de enredo e 2 experimentais, entre trabalhos de estudantes do IFG cuja distribuição alcançou as telas de diferentes regiões do Brasil.

Quatro desses trabalhos foram premiados, como o curtíssimo “Único”, com roteiro e codireção de Morgana Sousa Assunção (animação premiada no Festival do Minuto); o experimental “Tive fome, colhi sede”, de Rafael Freire (premiado na 14ª Mostra ABD Cine Goiás / FICA e também exibido no Rio de Janeiro, no RECine – Festival Internacional de Cinema de Arquivo); o curta de ficção “Procura-se Marina”, de Yolanda Margarida (premiado na 15ª Mostra ABD Cine Goiás / FICA e também selecionado para o 1º Festival Universitário de Brasília – 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, para a Mostra de Cinema Audiovisual Feminino Conceição Hyppolito, em Porto Alegre, e para o 12º Festival Taguatinga de Cinema); e também o curtametragem “Ouro”, ficção dirigida por Sankirtana Dharma (premiado no 2º Go Film Festival, em Goiânia).

Também serão exibidos os filmes “Símile”, de Júlio Cesar Mahr (curta experimental selecionado para a 16ª Goiânia Mostra Curtas, o VI Festival de Jericoacara Cinema Digital, no Ceará, e para a 9ª Curta Taquary, em Taquaritinga do Norte - PE); “Íris”, de Varley Sousa (curta documental selecionado para o II DIGO - Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás); e “Estou na cachoeira”, documentário realizado em 2016 por um grupo de estudantes formando do curso Técnico Integrado em Produção de Áudio e Vídeo como trabalho de conclusão de curso, entre eles, os estudantes Geraldo Cesário e Marcos Paulo Cruz – que hoje estão no 2º período do curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual do IFG. O filme foi exibido este ano na 15ª Mostra ABD Cine Goiás, dentro da programação do XIX Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental da Cidade de Goiás (FICA).

 

Serviço:

XIV FESTIVAL DE ARTES DE GOIÁS
Cine Mutamba apresenta: Novo Goiás Velho
Sessão do dia 10 de novembro – 17 horas
Sala de Cinema do IFG – Câmpus de Itumbiara

Duração da sessão: 52 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Entrada franca
Programação de curtas-metragens (IFG – Câmpus Cidade de Goiás)

ÚNICO (animação, 1 minuto, 2017)
Direção: Ícaro Cooke e Morgana Sousa Assunção (6º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: Entre leitores e livros, a vida acontece de maneira única.

OURO (ficção, 3 minutos, 2017)
Direção: Sankirtana Dharma (4º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: Certas angústias são chaves para despertar novos valores. No interior reside a grandiosidade das coisas simples.

SÍMILE (experimental, 5 minutos, 2016)
Direção: Júlio Cesar Mahr (6º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: O balé da vida numa dança de grandes eventos que projetam sobre nosso corpo uma símile de casos e acasos, refletindo de forma uníssona uma universalidade de sentidos sobre o "eu" humano, consciente e existente.

TIVE FOME, COLHI SEDE (experimental, 5 minutos, 2016)
Direção: Rafael Freire (6º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: Bem natural compartilhado por todos. Mais por uns, menos por outros. Responsabilidades injustas. Mas de quem será realmente a culpa?

PROCURA-SE MARINA (ficção, 10 minutos, 2017)
Direção: Yolanda Margarida (6º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: Por alguns minutos acompanhamos Marina da saída da sua escola até a janela do seu quarto. Nesse trajeto, observamos e conhecemos um pouco do seu universo, nos tornando cúmplices irrevogáveis. Marina é e não é, e quem nunca?

ÍRIS (documentário, 7 minutos, 2016)
Direção: Warley Souza (6º período Bacharelado em Cinema e Audiovisual – IFG)
Sinopse: A vida de Iris. Uma reflexão sobre a velhice e o tempo.

ESTOU NA CACHOEIRA (documentário, 21 minutos, 2017)
Direção: Lucas Matheus (egresso Técnico Integrado em Produção de Áudio e Vídeo – IFG)
Sinospe: Um grupo de estudantes encontra Césio, um senhor que trabalha como guia turístico da Cachoeira e Mata das Andorinhas, na Cidade de Goiás. Do encontro, nasce um documentário sobre o homem que não é só um guia, mas o guardião de um santuário encantado, rodeado de mistérios.

Notícias (Aluno)

Fim do conteúdo da página