Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial

Extensão

Imprimir

IFG realiza pesquisa para saber hábitos alimentares dos estudantes

Com o intuito de elaborar o Programa de Alimentação e Nutrição do Instituto Federal de Goiás (IFG), a equipe de nutrição da Pró-reitoria de Extensão (Proex) realiza uma pesquisa para saber questões sobre alimentação e nutrição dos estudantes da Instituição, dentro dos câmpus. Alunos e servidores (dos câmpus) podem responder ao questionário, até dia 12 de março, apenas pela internet.

“Com o resultado desta pesquisa, esperamos obter a realidade de nossa Instituição e chamar atenção de toda a comunidade acadêmica para as questões relativas à alimentação e nutrição dos estudantes, além de abrir espaço para os servidores interessados em participar ativamente da construção deste documento”, afirma a nutricionista da Proex, Renata David de Moraes.

De acordo com Renata, o Plano de Desenvolvimento Institucional do IFG prevê a criação da Política Institucional de Promoção da Alimentação Saudável. Dentro dela está inserido o Programa de Alimentação e Nutrição do IFG cujo objetivo do documento é promover a saúde dos estudantes, contribuindo para a formação de práticas alimentares saudáveis, por meio de ações que ressaltem: educação alimentar e nutricional; oferta de alimentos de baixo custo e de alto valor nutricional; segurança sanitária dos alimentos e refeições; atingindo as necessidades nutricionais durante o dia letivo. Para efetivar a criação dessa política, é que a equipe de nutrição da Instituição pretende construir um diagnóstico de como andam os hábitos alimentares entre os alunos do IFG, além de contextualizar se existem e em que pé estão as ações voltadas à alimentação e nutrição nos câmpus.

Segundo Renata, o foco da pesquisa é amplo, abarcando tanto os restaurantes estudantis, como também informações sobre as condições de alimentação, dos espaços, dos alimentos mais consumidos, da qualidade dos alimentos comercializados nos câmpus da Instituição. Além disso, a pesquisa busca saber se existe alguma atividade de educação alimentar e nutricional, de vigilância alimentar e nutricional (que acompanhe, por exemplo, a incidência de obesidade nos estudantes), das condições de saúde dos estudantes; se existe, no câmpus, alguma ferramenta de comunicação entre estudantes e servidores para discutir assuntos relativos à alimentação e nutrição. “Enfim, são várias as informações que necessitamos e, por isso, a pesquisa não é restrita somente aos câmpus com restaurante estudantil”, informa.

 

Acesse o questionário para servidores (dos câmpus).

Acesso o questionário para estudantes.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

 

CURSOS OFERECIDOS