Comitê de Governança, Riscos e Controles

  • Imprimir
Criado: Quarta, 16 de Março de 2016, 12h43 | Última atualização em Quinta, 15 de Agosto de 2019, 16h40

 Apresentação

O Comitê de Governança, Riscos e Controles no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás – IFG é responsável pela elaboração e implementação da Política de Gestão de Riscos na Instituição. De caráter consultivo, possui a seguinte composição: Reitor, Diretor Executivo da Reitoria, Pró-Reitores, Diretores Gerais de Câmpus e responsável pela área de Desenvolvimento Institucional. Também conta com o assessoramento da Auditoria Interna do IFG.

Ao Comitê compete:

  • promover práticas e princípios de conduta e padrões e comportamentos inerentes à gestão de riscos e controles internos;
  • institucionalizar estruturas adequadas de governança, gestão de riscos e controles internos;
  • promover o desenvolvimento contínuo dos agentes públicos e incentivar a adoção de boas práticas de governança, de gestão de riscos e de controles internos;
  • garantir a aderência às regulamentações, leis, códigos, normas e padrões, com vistas à condução das políticas e à prestação de serviços de interesse público;
  • aprovar política, diretrizes, metodologias e mecanismos para comunicação e institucionalização da gestão de riscos e dos controles internos;
  • supervisionar o mapeamento e avaliação dos riscos-chave que podem comprometer a prestação de serviços de interesse público;
  • liderar e supervisionar a institucionalização da gestão de riscos e dos controles internos, oferecendo suporte necessário para sua efetiva implementação no órgão ou entidade;
  • estabelecer limites de exposição a riscos globais do órgão, bem como os limites de alçada ao nível de unidade, política pública ou atividade;
  • aprovar a metodologia de gestão de riscos e suas revisões;
  • definir os níveis de apetite a risco dos processos organizacionais;
  • definir os responsáveis pelo gerenciamento de riscos dos processos organizacionais;
  • definir a periodicidade máxima do ciclo do processo de gerenciamento de riscos para cada um dos processos organizacionais;
  • definir indicadores de desempenho para a gestão de riscos, alinhados com os indicadores de desempenho do IFG;
  • monitorar a evolução de níveis de riscos e a efetividade das medidas de controle implementadas;
  • supervisionar a atuação das demais instâncias da gestão de riscos.
  • monitorar as recomendações e orientações deliberadas pelo Comitê. 

 O O Comitê de Governança, Riscos e Controles é composto pelos seguintes membros:

 

Servidores

Função

Jerônimo Rodrigues da Silva (presidente)

Reitor

Adriana dos Reis Ferreira

Diretora-Executiva

Oneida Cristina Gomes Barcelos Irigon

Pró-Reitora de Ensino

José Carlos Barros Silva

Pró-Reitor de Administração

Amaury França Araujo

Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional

 

Daniel Silva Barbosa

Pró-Reitor de Extensão

Paulo Francinete Silva Junior

Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

Rodrigo Mendes da Silva

Assessor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional

Luciano dos Santos

Diretor-Geral do Câmpus Inhumas

Maria Betânia Gondim da Costa

Diretor-Geral do Câmpus Senador Canedo

Maria de Lourdes Magalhães

Diretora-Geral do Câmpus Goiânia

Aline Silva Barroso

Diretora-Geral do Câmpus Itumbiara

Ana Lúcia Siqueira de Oliveira

Diretora-Geral do Câmpus Aparecida de Goiânia

Elza Gabriela Godinho Miranda

Diretora-Geral do Câmpus Anápolis

Reginaldo Dias dos Santos

Diretor-Geral do Câmpus Valparaíso de Goiás

Reinaldo de Lima Reis Junior

Diretor-Geral do Câmpus Luziânia

Andreia Alves do Prado

Diretora-Geral do Câmpus Uruaçu

Sandro Ramos de Lima

Diretor-Geral do Câmpus Cidade de Goiás

Mara Rúbia de Souza Rodrigues Morais

Diretora-Geral do Câmpus Jataí

Murilo de Assis Silva

Diretor-Geral do Câmpus Formosa

Cleberson Pereira Arruda

Diretor-Geral do Câmpus Goiânia Oeste

Tiago Gomes de Araújo

Diretor-Geral do Câmpus Águas Lindas de Goiás

 


 

SUBCOMITÊ DE GOVERNANÇA, RISCOS E CONTROLES

Conforme a Política de Gestão de Riscos do IFG, instituída pela Resolução CONSUP/IFG n. 041/2017 (Alterada pelas Resoluções CONSUP/IFG n. 17/2018 e n. 35/2018), o Subcomitê de Governança Riscos e Controles é um órgão de caráter consultivo onde compete ao mesmo:

 Art. 19. Compete ao Subcomitê de Governança, Riscos e Controles: (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

I - avaliar e propor atualizações de implementação da Gestão de Riscos, bem como da Integridade, considerando os contextos externo e interno; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

II - apreciar a proposta de metodologia de gestão de riscos e suas revisões, propondo alterações e emitindo parecer para subsídio à tomada de decisões do Comitê de Governança, Riscos e Controles; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

III - propor os níveis de apetite de risco dos processos organizacionais após discussão e análise; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

IV - propor a periodicidade máxima do ciclo do processo de gerenciamento de riscos e integridade, com posterior avaliação e aprovação por parte do Comitê de Governança, Riscos e Controles; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

V - avaliar as respostas aos riscos levantados e as respectivas sugestões de tratamento do risco a serem implementadas para subsídio à tomada de decisões do Comitê de Governança, Riscos e Controles. (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

VI - apontar requisitos funcionais necessários para a definição da ferramenta de tecnologia necessária ao processo de gerenciamento de riscos; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

VII - propor capacitação continuada em gestão de riscos e mapeamento de processos aos servidores do IFG; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

VIII - avaliar o desempenho da gestão de riscos objetivando a sua melhoria contínua; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

IX - avaliar e propor indicadores de desempenho para a gestão de riscos, alinhados aos indicadores de desempenho do IFG e submeter ao Comitê de Governança, Riscos e Controles para implementação; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

X - auxiliar a estruturação, execução e monitoramento do Programa de Integridade, fomentando o apoio institucional e o relacionamento entre as partes interessadas tendo como premissa o desenvolvimento contínuo dos servidores; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

 Quanto à sua composição, segue a atual e sua regulamentação conforme a Política de Gestão de Riscos do IFG:

 

Servidores

Matrícula SIAPE nº

Função

Weber Tavares da Silva Júnior (Presidente)

2372044

Responsável pela área de Planejamento

Rodrigo Mendes da Silva

1798559

Coordenador Geral de Integridade Planejamento e Análise de riscos

Douglas Rolins de Santana

2658692

Diretor de Tecnologia da Informação

Ana Lúcia Siqueira de Oliveira

1375996

Diretora Geral do Câmpus Aparecida de Goiânia

Tiago Gomes de Araújo

2119988

Diretor Geral do Câmpus Águas Líndas

Oneida Cristina Gomes Barcelos Irigon

1769015

Pró-Reitora de Ensino

Amaury França Araujo

2850690

Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional

  Art. 18. O Subcomitê de Governança, Riscos e Controles é composto por: (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

I - o responsável pela área de Planejamento do IFG; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

II - o Coordenador Geral de Integridade Planejamento e Análises de Riscos; (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

III - dois Pró-Reitores (Indicados pelo presidente do Comitê de Governança, Riscos e Controles); (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

IV - dois Diretores Gerais de Câmpus (indicados pelo presidente do Comitê de Governança, Riscos e Controles); (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

V - o Diretor de Tecnologia de Informação. (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

Parágrafo único: O Subcomitê de Governança, Riscos e Controles será presidido pelo(a) responsável pela área de Planejamento do IFG e, em sua ausência ou impedimento, por membro do Subcomitê indicado(a) pelo(a) responsável pela área de Planejamento e Institucional do IFG. (incluído pela Resolução CONSUP/IFG nº 35 de 10.12.2018)

 As portarias de atualização do Subcomitê estão na aba "Documentos".


 Atas e Memórias

Atas e Memórias do Comitê, Governança, Riscos e Controle

Atas e Memórias do subcomitê

Memória da 1ª Reunião do Subcomitê de Governança Riscos e Controles 29/04/2019 

 


Legislações

 


Portarias de Composição do Comitê de Governança Riscos e Controles

 Portarias de Composição do Subcomitê de Governança Riscos e Controles

 


 Coordenação Geral de Integridade Planejamento e Análise de Riscos - CGPAR

 A CGPAR tem como missão a implantação e o monitoramento da Política de Gestão de Riscos e da Integridade no IFG. 

    Coordenação Geral de Integridade         Planejamento e Análise de riscos:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

(62) 3612-2248

 

Conforme a Política de Gestão de Riscos do IFG, instituída pela Resolução CONSUP/IFG n. 041/2017 (Alterada pelas Resoluções CONSUP/IFG n. 17/2018 e n. 35/2018), compete à CGPAR:

 

Art. 18º. São competências da Coordenação geral de planejamento e análise de riscos:

I. disseminar a política de gestão de riscos com o apoio da Auditoria Interna do IFG

II. propor a metodologia de gestão de riscos e suas revisões;

III. definir a ferramenta de tecnologia necessária ao processo de gerenciamento de riscos a partir de dialogo com a DTI/IFG;

IV. dar suporte à identificação, análise e avaliação dos riscos dos processos organizacionais selecionados para implementação da gestão de riscos;

V. consolidar os resultados das diversas áreas em relatórios gerenciais e encaminhá-los à Diretoria de Desenvolvimento Institucional, que o encaminhará ao Comitê de Governança, Riscos e Controles;

VI. oferecer capacitação continuada em gestão de riscos aos servidores do IFG;

VII. elaborar o plano de comunicação em gestão de riscos;

VIII. aferir o desempenho da gestão de riscos objetivando a sua melhoria contínua;

IX. construir e propor ao Comitê de Governança, Riscos e Controles, os indicadores de desempenho para a gestão de riscos, alinhados aos indicadores de desempenho do IFG;

X. solicitar aos encarregados de gerenciar riscos, as informações necessárias para a consolidação dos dados e a elaboração dos relatórios gerenciais;

XI – coordenação da estruturação, execução e monitoramento do Programa de Integridade; (Incluído pela Resolução CONSUP/IFG 17/2018)

XII – orientação e treinamento dos servidores com relação aos temas atinentes ao Programa de Integridade; e (Incluído pela Resolução CONSUP/IFG 17/2018)

XIII – promoção de outras ações relacionadas à implementação dos planos de integridade, em conjunto com as demais unidades do órgão ou entidade. (Incluído pela Resolução CONSUP/IFG 17/2018)

 

 


 Programa de Integridade do IFG

Plano de Integridade 2018

Fluxo de Processos para Casos de Conflito de Interesses

Fluxo de Processos para denuncia de Nepotismo

Fluxo para prevenção de casos de Nepotismo

Declaração de Não Parentesco para designação / nomeação de função