Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
LAPASSION

Atividades do projeto passam a ser realizadas de forma virtual

Criado: Quarta, 01 de Abril de 2020, 15h04 | Última atualização em Quinta, 16 de Abril de 2020, 18h18

A etapa Goiânia, com participação de alunos do IFG e de outras instituições, será concluída em maio

Estudantes que participam do Projeto LAPASSION durante curso presencial
Estudantes que participam do Projeto LAPASSION durante curso presencial

A pandemia causada pelo novo coronavírus provocou mudanças na condução da etapa Goiânia do projeto LAPASSION, mas não tirou o ânimo dos participantes. Todas as atividades passaram a ser desenvolvidas virtualmente. Na próxima sexta-feira, eles vão terminar o curso de Design Thinking e, nas seis semanas seguintes, os times se dedicarão exclusivamente ao desenvolvimento das soluções para os desafios propostos.

A etapa Goiânia do projeto, com o tema Como contribuir para uma sociedade inclusiva e sustentável, teve início em 9 de março. Ela conta com a participação de 13 estudantes do IFG, de dez de cinco instituições parceiras, sendo dois alunos de cada uma delas (IFTM, IPP, TAMK, PUC-Chile e DUOC). Também participam um aluno de cada uma das seguintes instituições: Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) e Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG).

Depois de se preparem com os cursos oferecidos, os participantes – que foram divididos em cinco times – devem apresentar propostas de solução dos desafios para as contrapartes (empresas e/ou secretarias municipais de Goiânia e Senador Canedo).

A expectativa dos participantes e do coordenador do projeto no IFG, professor Ruberley Rodrigues de Souza, é de que a apresentação das soluções finais possa ser feita presencialmente. Mas caso haja necessidade de manutenção do isolamento social até maio, até a etapa final será realizada de forma virtual.

As atividades do LAPASSION@Goiânia passaram a ser realizadas virtualmente a partir da terceira semana de execução. As duas primeiras semanas, segundo Ruberley, foram de intensas atividades presenciais com a realização de dinâmicas para que os alunos se conhecerem e para divisão dos times e distribuição dos desafios. Também houve um workshop sobre contrato de aprendizagem e a elaboração dos contratos de aprendizagem pelos times, além da primeira etapa do curso de Design Thinking.

A partir de 23 de março, o projeto passou a ser desenvolvido de forma virtual, utilizando-se as plataforma de webconferência da RNP e Discord. Os times tiveram mais aulas do curso de Design Thinking, reuniões com os tutores e apresentaram, cada um, seu plano de trabalho e síntese do trabalho de campo.

O resultado, na avaliação de Ruberley, foi surpreendente. Essa também é a opinião do professor Carlos Ramos (IPP), coordenador-geral do Projeto Lapassion: "Fantástico! Estive vendo as cinco apresentações e é incrível como eles estão fazendo um trabalho desses, na terceira semana, e com todas as dificuldades destes tempos".

Projeto

Elaborado por um consórcio de 13 instituições de ensino superior, o projeto conta com cinco instituições brasileiras: IFG; Instituto Federal do Amazonas (IFAM); Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM); Instituto Federal do Maranhão (IFMA); e Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul); duas chilenas (Fundação do Instituto Profissional – DUOC; Pontifícia Universidade Católica do Chile – PUC); duas uruguaias (Universidade Tecnológica do Uruguai – UTEC; Universidade da República do Uruguai – UDELAR); uma portuguesa (Instituto Politécnico do Porto – IPP); duas espanholas (Universidade de Vigo – UVIGO; e Universidade de Salamanca – USal); e uma finlandesa (Universidade de Ciências Aplicadas de Tampere – TAMK). Participam também do consórcio duas associações: Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e Associação de Empresas de Portugal (AEP).

O projeto teve seu início em novembro de 2017. Segundo o cronograma do LAPASSION, neste ano, serão realizadas as quatro últimas etapas. Participam dessa fase o IFG, o IFAM, o IFSul e a DUOC/PUC-Chile. Nesse período, além do tema do IFG (Como contribuir para uma sociedade inclusiva e sustentável), serão abordadas as seguintes temáticas: Tecnologias socioambientais para a sustentabilidade da Amazônia (IFAM); Como melhorar as condições de acessibilidade (IFSul); Como contribuir para criar cidades inteligentes (DUOC/PUC-Chile).

Conheça o site do LAPASSION e saiba mais sobre o projeto.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Fim do conteúdo da página