Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

CONCURSO

Aluna do Câmpus Formosa vence concurso nacional de redação

Redação teve como tema gerador Ser honesto é legal! e aluna argumentou que o mundo não é dos espertos

  • Criado: Sexta, 07 de Dezembro de 2018, 17h22
  • Última atualização em Sexta, 21 de Dezembro de 2018, 18h28

O Ministério da Transparência e a Controladoria Geral da União (CGU) premiaram, na tarde de ontem, a aluna de Biotecnologia do Câmpus Formosa do Instituto Federal de Goiás (IFG), Joana Silveira Endres, vencedora do 10º Concurso de Desenho e Redação da CGU, na categoria 2º ano do Ensino Médio - Redação. A cerimônia foi realizada no auditório do Ministério Público do Estado de Goiás, às 13h30, durante a realização do Seminário Dia Internacional Contra a Corrupção, em Goiânia.

Participaram do concurso mais de 600 mil estudantes de todo o país, de aproximadamente 3 mil escolas. Foram 506.399 trabalhos inscritos no concurso, entre desenhos, redações e planos de mobilização. A aluna defendeu a tese de que “o mundo não é dos espertos”, falácia conhecida. “O mundo não é dos espertos, mas sim daqueles que buscam diariamente ser grandes, justos e honestos, pois são estes que possuem a capacidade de transformar, de reinventar e fazer do mundo um lugar melhor”, concluiu Joana, em sua redação.

Assistidas pela mãe, Elda Vicente da Silveira, a aluna e a professora orientadora Tássia Gabriela Delgado da Silva foram premiadas com tablet, notebook e certificado, entregues pelo superintendente da CGU - Regional Goiás, auditor federal Renato Barbosa Medeiros; e pelo coordenador do Centro de Apoio Operacional de Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio Público (CAOCOP), o promotor de Justiça Bruno Barra Gomes. “Este prêmio não é só nosso, mas da família também”, declarou a docente. Tassia relatou que foi professora de Joana na 6ª série do ensino fundamental e que “foi fácil trabalhar com ela, pois ela já trouxe essa bagagem”.

“Um dia, falei: ‘A Joana podia ganhar...’, mas não esperava por isso. Foi uma surpresa.”, disse a professora Tassia.

Em sala de aula, durante o mês de junho, o grupo de professoras de Língua Portuguesa do Câmpus Formosa desenvolveu um concurso interno de redação para a seleção das redações concorrentes. Para isso, as educadoras enfocaram a honestidade, com vídeos, coletâneas de textos e rodas de discussões. “Foi um trabalho em conjunto. Quando a professora Gláucia propôs para o grupo, eu gostei muito do tema”, afirmou Tássia.

O Concurso de Desenho e Redação da CGU é realizado todos os anos com a participação de escolas públicas e privadas de todo o país, com o objetivo de fomentar a discussão e reflexão de assuntos relacionados à ética e cidadania, na escola, família e comunidade.

Leia a redação premiada.

 

Setor de Comunicação Social/Câmpus Formosa - Foto: Eunice Fleury/MPGO


Fim do conteúdo da página