Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Técnico Integrado

Grupo de Elaboração das Diretrizes Curriculares do Ensino Médio Integrado realiza primeira reunião

Reunião marca o início da elaboração da minuta do novo documento das Diretrizes Curriculares do Ensino Médio Integrado do IFG

  • Criado: Terça, 21 de Maio de 2019, 15h07
  • Última atualização em Quarta, 05 de Junho de 2019, 17h05
Antes da realização da consulta pública da minuta final, a comunidade acadêmica dos câmpus participará das consultas locais, a partir de listas de verificação sobre temas complexos
Antes da realização da consulta pública da minuta final, a comunidade acadêmica dos câmpus participará das consultas locais, a partir de listas de verificação sobre temas complexos

 A primeira reunião do Grupo de Elaboração das Diretrizes Curriculares Institucionais do Ensino Médio Integrado é realizada nesta terça-feira, 21 de maio, na reitoria do Instituto Federal de Goiás. A reunião marca o início do trabalho de elaboração da minuta do novo documento das Diretrizes Curriculares do Ensino Médio Integrado da Instituição.

De acordo com a professora Maria Valeska Lopes Viana, diretora de Educação Básica e Superior da Pró-Reitoria de Ensino, “o trabalho será desenvolvido ao longo do ano e, de acordo com o cronograma aprovado, a previsão é que o documento seja colocado em consulta pública no mês de outubro”. Todo o trabalho será articulado com as ações que estão sendo desenvolvidas nos câmpus sobre os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs).

Como ponto de partida do processo de elaboração, foi apresentado na reunião um conceito sobre diretriz curricular, tendo como base os pressupostos teóricos da professora Maria Ciavatta, uma das referências na área de Ensino Médio Integrado no país: “As diretrizes são orientações para o pensamento e a ação. São textos legais que apresentam os princípios e fundamentos de um determinado nível e/ou modalidade de ensino, sua concepção curricular e suas formas de operacionalização. As diretrizes curriculares, sob a forma da lei, são materializadas em uma resolução”.

Para a elaboração das diretrizes curriculares, o Grupo deverá levar em conta o contexto social, econômico e político; a organização interna da instituição; a legislação existente; e os conceitos fundamentais que estruturam o nível e/ou modalidade. Para Maria Valeska é fundamental compreender o que está sendo realizado nos 14 câmpus do IFG e nos 17 departamentos de áreas acadêmicas. “Vamos ter que olhar na totalidade e ter clareza do que se passa, pois essa compreensão é fundamental para o processo de elaboração”, afirma.


Metodologia
Em cada etapa do trabalho do Grupo de Elaboração - formado por dois componentes da Câmara de Ensino, três componentes do Fórum dos Cursos Técnicos Integrados, dois da Comissão Ampliada do GTE das Diretrizes Curriculares Institucionais do Ensino Médio Integrado do IFG, além de representantes das pró-reitorias de Ensino, Extensão e Pesquisa e Pós-Graduação - serão definidos os prazos de execução e as atividades.

O Grupo se subdividirá em subgrupos, compostos (quantidade e componentes) para cada atividade específica, podendo sofrer alterações dependendo das temáticas que serão analisadas.
O trabalho será desenvolvido em três etapas principais: a constituição do GT de Elaboração da minuta (já realizada); as reuniões técnicas de trabalho (ocorrerão até o mês de setembro) e a consulta pública junto à comunidade acadêmica, prevista para ser realizada no mês de outubro deste ano.


Propostas dos câmpus
“As questões mais complexas da organização curricular precisam ser debatidas pela comunidade acadêmica - como por exemplo o estágio - a partir da lista de verificação que será definida na Comissão Ampliada. Vamos debater e avaliar as propostas sobre essas questões”, ressalta Maria Valeska.

Já no dia 11 de junho ocorrerá uma reunião com a Comissão Ampliada para que as consultas locais, a partir da lista de verificação de temas específicos, como as atividades complementares, os estágios, as práticas profissionais supervisionadas, dentre outras, sejam realizadas em cada câmpus do IFG.

As propostas dos câmpus serão analisadas pelo Grupo de Elaboração sem que os elementos dessas propostas conflitem com princípios institucionais e com a legislação vigente, por exemplo.


Compromissos
Entre os compromissos do Grupo de Elaboração estão o estudo sistemático, para que se aprofundem nos temas a serem tratados; a realização das tarefas no prazo definido, mantendo-se desta forma o cronograma previsto, e, ainda, o compromisso com o conhecimento científico e os princípios institucionais. A próxima reunião do GT de Elaboração está marcada para o dia 6 de junho.


Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Fim do conteúdo da página