IRAS IFG/MS

Medidas simples e efetivas, venha entender como funcionam as prevenções para evitar a infecção hospitalar

Live será nesta sexta-feira,31 de julho, às 19h, pelo link: meet.google.com/vrp-fcey-uks

  • Imprimir
  • Criado: Quarta, 29 de Julho de 2020, 14h57
  • Última atualização em Segunda, 24 de Agosto de 2020, 08h08
imagem sem descrição.

Pós-doutora na temática Infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) e professora da Universidade de Brasília (UnB), a especialista Paula Regina irá realizar a live: "Infecções Relacionadas à Assistência em Saúde: Importância da Prevenção", pelo Google Meet, no dia 31 de julho, às 19h, no link: meet.google.com/vrp-fcey-uks . Para quem participar, será fornecido durante a transmissão da palestra um link para a inscrição com direito à certificado de presença. Venha participar, ao final será aberto um bate-papo com a Paula e você poderá esclarecer todas as suas dúvidas sobre o tema.

Entre os tópicos abordados sobre prevenção a estas infecções relacionadas à assistência à saúde, estão: segurança do paciente, qualidade da assistência, custos econômicos para a instituição e para a sociedade, recuperação e impactos sociais nas ocorrências de infecção. Sobre a palestra e bate-papo, Paula esclarece: "Trazer que medidas simples são efetivas e são também de baixo custo; e vai ter também toda uma repercussão para a qualidade na assistência, para a segurança na assistência e segurança dos profissionais". Não perca! Basta acessar o link do Google Meet  às 19h, do 31 de julho.

Esta ação periódica de lives na área de saúde pelo Google Meet, está dentro das atividades do grupo de pesquisa: “Estudo multicêntrico de avaliação epidemiológica das infecções bacterianas relacionadas à assistência à saúde, em usuários da saúde diagnosticados ou não com COVID-19, pelo monitoramento digital no âmbito das comissões de controle de infecções hospitalares”. O projeto também é conhecido de forma abreviada apenas como IRAS (Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde).

O projeto é executado pelo Instituto Federal de Goiás (IFG) e financiado pelo Ministério da saúde. O principal objetivo é disponibilizar uma ferramenta de cruzamento de dados junto as Comissões de Controle de Infecção Hospitalar- CCIH (setor presente dentro dos hospitais). Inicialmente serão beneficiados 20 hospitais, localizados em São Paulo e em Goiás. Com este software a ser fornecido e devidamente personalizado, espera-se a redução nos casos de infecção hospitalar entre outras soluções.

Pessoal, outras lives com especiliastas de diversas instituições pelo Brasil, na temática saúde, já foram realizadas. Mas não tem problema! Gravamos tudo e disponibilizamos no canal do YouTube IRAS IFG/MS. Vamos assisitir?

www.youtube.com/channel/UCS5jc_8Jdom_SSNu25djWfg?view_as=subscriber 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Valparaíso