Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Internacional

Três estudantes do IFG são selecionados para participar da primeira fase do Programa Lapassion

Cada aluno receberá auxílio financeiro de cerca de R$ 13.700 (€ 3.370) para custear despesas

  • Criado: Segunda, 02 de Abril de 2018, 08h34
  • Última atualização em Segunda, 16 de Abril de 2018, 14h21

Luis Felipe dos Santos Ribeiro, aluno do curso de Engenharia Civil do Câmpus Formosa; Renato Milhomem de Oliveira Filho, do curso de Engenharia Elétrica do Câmpus Goiânia, e a estudante Julyana Pereira Saraiva, do curso de Engenharia de Controle e Automação, também do Câmpus Goiânia, vão vivenciar uma grande experiência acadêmica. Eles embarcaram no último sábado, 31 de março, para Santiago, no Chile e são os chamados “embaixadores do IFG no projeto Lapassion”, que está em sua primeira fase.

Os estudantes passarão dois meses (de 2 de abril a 8 de junho) no país estrangeiro, por meio de mobilidade acadêmica internacional e para participar do primeiro conjunto de projetos multidisciplinares do Lapassion. As atividades do projeto serão desenvolvidas no DUOC e na Universidad Católica do Chile, com a temática geral: Como melhorar as condições para o envelhecimento populacional.

Cada aluno vai receber uma ajuda financeira de € 3.370, para custear despesas como passagem aérea, alimentação, hospedagem, transporte e seguro durante o período dos estudos. Eles foram selecionados no IFG por meio de edital que dava oportunidade aos alunos das engenharias.  

No IFG, a coordenação do projeto é do professor do Câmpus Jataí, Ruberley Rodrigues de Souza. Segundo ele, o Instituto teria duas vagas para participação na primeira etapa do projeto, “contudo, a instituição foi contemplada com mais uma vaga, possibilitando o envio de três alunos”, revela.

 

O projeto

O projeto Lapassion (Latin America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network) faz parte do programa de capacitação internacional Erasmus+ Capacity Building Program, da União Européia, gerenciado pela Agência Executiva de Educação, Audiovisual e Cultura (EACEA).

O projeto, coordenado pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP), conta com a participação de 13 instituições, sendo: 5 brasileiras (IFG, IFTM, IFSul, IFMA e IFAM); 2 chilenas (Universidade Católica do Chile e Fundação do Instituto Profissional – DUOC); 2 uruguaias (Universidade da República de Uruguai – UDELAR e Universidade Técnica de Uruguai – UTEC); 2 espanholas (Universidade de Vigo – UVIGO e Universidade de Samalanca – USAL), uma finlandesa (Universidade de Tampere de Ciências Aplicadas – TAMK); e uma portuguesa (IPP), além do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF) e da Associação Empresarial de Portugal, Câmara de Comércio e Indústria (AEP).

O objetivo do Lapassion é desenvolver projetos/estágios multidisciplinares, caracterizados por projetos apresentados pela comunidade (empresas e/ou outras organizações) ou resultantes de ideias inovadoras para que visem à criação de novos protótipos, produtos e serviços; projetos desenvolvidos por grupos multidisciplinares de estudantes, envolvendo pelo menos três domínios de conhecimento diferentes (Tecnologia, Design, Artes, Administração, Saúde, Educação etc.); projetos desenvolvidos por grupos de estudantes de diferentes países (multiculturalismo, linguagem etc.) e projetos voltados ao desenvolvimento de habilidades do tipo trabalho em equipe; liderança; gerenciamento de conflitos; negociação etc.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

  

Estudante Julyana Pereira.         


Estudante Luis Felipe dos Santos.

 

 Estudante Renato de Oliveira.

 

 

 


Fim do conteúdo da página