Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Relatório CPA

CPA publica relatório de autoavaliação institucional de 2017

Questionários avaliaram cinco eixos institucionais

  • Criado: Quinta, 03 de Maio de 2018, 07h45
  • Última atualização em Sexta, 25 de Maio de 2018, 08h22

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) do Instituto Federal de Goiás (IFG) publicou o relatório de autoavaliação institucional referente ao ano passado. O documento está disponível para consulta na página eletrônica da Comissão. Os questionários que embasaram o relatório foram aplicados em 2017 a toda comunidade acadêmica do IFG - estudantes, professores e servidores técnico-administrativos.

O relatório foi divido em cinco grandes eixos, que abordam as 10 dimensões do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), no que diz respeito à educação superior: Planejamento e Avaliação Institucional, Desenvolvimento Institucional, Políticas Acadêmicas, Políticas de Gestão e Infraestrutura Física.

Os resultados foram analisados segundo os critérios de categorização baseada na proporção de aprovação (bom e ótimo) obtida em cada um dos aspectos avaliados. Foram gerados quatro indicativos de ações, incluindo também as sugestões da própria CPA para melhorias e resolução dos problemas. São eles: manter - quando a soma os percentuais dos itens avaliados como ótimo e bom foi igual a 76%, considerou-se que a questão atende os requisitos de qualidade e as ações referentes a esta questão devem ser mantidas; desenvolver - quando a soma dos percentuais dos itens avaliados como ótimo e bom foi de 51% a 75%, considerou-se que a questão não conseguiu atingir padrão de qualidade exigido, mas pode melhorar a partir de ações pontuais; melhorar - quando a soma dos percentuais dos itens avaliados como ótimo e bom foi de 26% a 50%,considerou-se que a questão não atende os requisitos mínimos de qualidade, estando em situação crítica e merecendo atenção especial e ação rápida; sanar - quando a soma dos percentuais dos itens avaliados como ótimo e bom foi até 25%, considerou-se que o indicador necessita de ações corretivas por parte da gestão em caráter de urgência.

 

Melhorias

Segundo relatório, “o processo de Autoavaliação Institucional é anualmente consolidado por meio de Relatórios de Autoavaliação Institucional que tem por finalidades sistematizar e levar ao conhecimento da comunidade os resultados obtidos, fomentar a cultura de avaliação institucional, promover melhorias na Instituição e subsidiar os processos de avaliação externa”.

Os objetivos do relatório, entre outros, é contribuir efetivamente para promoção de melhorias na Instituição, por meio dos dados disponibilizados, das análises e sugestões apresentadas pela CPA.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Fim do conteúdo da página