Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Sistema de energia solar fotovoltaica entra em funcionamento no Câmpus Águas Lindas
Início do conteúdo da página
ENERGIA SOLAR

Sistema de energia solar fotovoltaica entra em funcionamento no Câmpus Águas Lindas

Criado: Quarta, 18 de Dezembro de 2019, 17h08 | Última atualização em Terça, 18 de Fevereiro de 2020, 13h03

Instalação de módulos fotovoltaicos contribuem na economia de energia e pode fomentar atividades de ensino, pesquisa extensão em áreas afins

imagem sem descrição.

O Instituto Federal de Goiás (IFG) Câmpus Águas Lindas finalizou na última semana a instalação do sistema de energia elétrica por meio de gerador solar fotovoltaico. Ao todo foram instalados 244 módulos fotovoltaicos no telhado do bloco administrativo, com a capacidade de 70 kW (quilowatt), o que equivale ao abastecimento de aproximadamente 70 casas populares.
A microgeração de energia proporciona significativa redução nos valores pagos na energia elétrica mensal do campus (que custa em média 15 mil reais por mês). Da contratação ao efetivo funcionamento, contabilizou-se cerca de nove meses, marcando o dia 5 de dezembro com energia mais limpa ao instituto.
O gerente administrativo do campus, André Brandão, afirma que fica satisfeito em ter contribuído na instalação das células fotovoltaicas. “Fico feliz em saber que ajudei na execução deste projeto que impactará positivamente a sociedade na economia de recursos e ainda no cumprimento da agenda de desenvolvimento sustentável, marcando passos de avanço nesta importante pasta.”
O Diretor-Geral do campus, Prof. Tiago Araújo ressalta a importância de um sistema de produção de energia renovável que irá colaborar tanto para ações de sensibilização junto à comunidade quanto para economia de recursos e bem cuidar do meio ambiente. “É um ganho significativo para o Câmpus Águas Lindas, uma vez que o nosso eixo tecnológico é Ambiente e Saúde, desta forma a instalação das placas de energia solar podem fomentar atividades de ensino, pesquisa e extensão no curso técnico de Meio Ambiente e na licenciatura em Ciências Biológicas, especialmente”, destaca.

Setor de Comunicação Social / Câmpus Águas Lindas

Fim do conteúdo da página