Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Agroecologia

Câmpus Cidade de Goiás trabalha na articulação da II Caravana Agroecológica e Cultural do Centro-Oeste

Criado: Quinta, 15 de Agosto de 2019, 11h20 | Última atualização em Quinta, 29 de Agosto de 2019, 07h56

Quatro rotas que sairão de diferentes estados se encontrarão no dia 22 na Cidade de Goiás

imagem sem descrição.

A comunidade acadêmica do IFG-câmpus Cidade de Goiás está mobilizada para a organização da II Caravana Agroecológica e Cultural do Centro-Oeste que receberá pesquisadores, estudantes, membros de organizações sociais, agricultores e representantes de comunidades tradicionais vindos dos diferentes estados para um encontro em defesa do cerrado a partir do dia 22 de agosto na Cidade de Goiás. A proposta é a troca de experiências e o exercício de metodologias coletivas para o exercício do ensino, pesquisa e extensão. A programação seguirá até o dia 24, sábado, com atividades culturais, oficinas, feiras e ato público.

A Caravana, que vai partir de diferentes municípios a partir do dia 19, foi dividida em quatro: rota 1 do Distrito Federal, passará por Planaltina, São Sebastião e Brazlândia (DF), Pirenópolis, Corumbá e Goiânia; rota 2 por Chapadão do Céu, Jataí e Rio Verde; rota 3 por Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Barra do Garças (MT); rota 4 por Bonito, Dourados e Campo Grande (MS). O grande encontro dos viajantes ocorrerá na Cidade de Goiás no dia 22.

Os estudantes que participam do Núcleo de Estudos em agroecologia e ecossistemas (NEPA) que inclui o Curso Técnico Integrado em Agroecologia e o Bacharelado em Agronomia se dividiram em diferentes frentes de trabalho para ajudar na recepção dos cerca de 200 caravaneiros. Desde a infraestrutura do evento, passando por alimentação dos participantes e organização de atividades que fazem parte da programação, eles se empenham para oferecer o melhor para os viajantes. Jason Carvalho, estudante de agronomia que integra a comunicação do evento, conta que foi organizada uma equipe que inclui um participante de cada rota que vem para a caravana. “Nós montamos um grupo para trocar informações, mandar fotos, e nos mobilizar para divulgar o evento. Será um momento muito rico para conhecer outras pessoas, saber o que é realizado nesses lugares e também para mostrar a nossa experiência”.

A programação inclui uma recepção aos caravaneiros no dia 22 à noite, na praça do coreto. No dia 23, haverá um momento de troca de saberes no largo da carioca pela manhã, e um encontro no auditório da UAECH/UFG (Santana). À noite haverá apresentações culturais na Praça do Coreto. No dia 24, o evento será encerrado com um ato público na Praça do João Francisco. A professora Patrícia Tavares ressalta que toda a programação é aberta à comunidade e também provoca a todos a pensar sobre a importância de se envolver com o tema da agroecologia, “pois é um assunto que dialoga com diversas áreas do conhecimento, envolve saúde, alimentação, e é de interesse público”.

O evento também tem como parceiro as outras Instituições de Ensino Superior da cidade como a Universidade Estadual de Goiás (UEG) com o grupo Gwatá de Agroecologia e educação no campo, a Universidade Federal de Goiás (UFG), a Escola da Família Agrícola (EFAGO).

 

Programação

 

 

Quinta, 22

Sexta, 23

Sábado, 24

Manhã

-

Troca de experiências

instalações artístico pedagógicas, no Largo da Carioca, às 8h

Oficinas,

ato público e

encerramento, na Praça do Setor João Francisco, às 8h

Tarde

-

Seminário de Agroecologia no Centro-Oeste, na UAECH/UFG (Santana), às 14h

Retorno

Noite

Culminância e acolhimento das caravanas do Centro-oeste, na Praça do Coreto, às 19h

Noite cultural: “Alegria é nossa RESILIÊNCIA”, na Praça do Coreto, às 19h

-


Acesse o FacebookInstagram do evento

 

Comunicação Social/Câmpus Cidade de Goiás

Fim do conteúdo da página