Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
IFG Digital

Servidores do Câmpus Anápolis recebem formação sobre projeto IFG Digital

Criado: Segunda, 24 de Junho de 2019, 18h28 | Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2019, 11h59

Capacitação apresentou detalhes do projeto, que prevê mudanças na produção e trâmite de documentos no âmbito da instituição

 

O diretor de Tecnologia da Informação do Instituto Federal de Goiás (IFG), Douglas Rolins de Santana, conduziu treinamento para o projeto IFG Digital, na tarde desta segunda, 24. Participaram da capacitação servidores do Câmpus Anápolis, técnicos e docentes, para os quais foi apresentado o projeto, segundo o qual, todos os processos e documentos administrativos expedidos pelo IFG passam a ser exclusivamente no formato digital.

Durante a capacitação, que durou pouco mais de três horas e foi realizada no Teatro Professor Wemerson Martins Medeiros, Douglas esclareceu que o projeto tem o objetivo de dar mais transparência às informações institucionais, o que está diretamente relacionado à Lei de Acesso à Informação. Além  disso, espera-se que a iniciativa também tenha impacto na produtividade e contribua para padronizar processos, reduzir o impacto ambiental com o gasto de papel e impressão e estimular práticas inovadoras.

Com esse projeto, o IFG cumpre o que ficou estabelecido na Resolução nº 8 do Conselho Superior (Consup), de 22 de abril. Para tanto, foi constituída uma comissão responsável pela implantação do projeto, que tem promovido capacitações junto aos servidores, apresentando-lhes as funcionalidades da ferramenta que será utilizada para a gestão dos processos e documentos eletrônicos institucionais. Essa ferramenta é o Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP), onde ficarão disponíveis o Módulo de Documentos e de Processos Eletrônicos, meios utilizados para a produção e o trâmite da documentação digital.

Outro aspecto importante ressaltado por Douglas  diz respeito ao impacto no orçamento institucional, uma vez que o projeto prevê uma economia de mais de R$ 1 milhão por ano por meio da redução de gastos, por exemplo, com papel e impressão. Com isso, os recursos economizados pelo projeto poderão ser aplicados em ações de pesquisa e extensão, como pagamento de bolsas diversas, programas de capacitação estudantil e de servidores (Procap) ou mesmo para aquisição de equipamentos.

Para mais informações sobre o projeto IFG Digital, acesse a página:  http://www.ifg.edu.br/ifgdigital


Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Anápolis

Fim do conteúdo da página