Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
IRAS

Vamos conhecer o processo que leva a infecção do corpo humano? Sexta-feira,03, tem live

 Link do encontro: meet.google.com/vrp-fcey-uks

  • Criado: Quarta, 01 de Julho de 2020, 17h52
  • Última atualização em Sexta, 17 de Julho de 2020, 19h05
imagem sem descrição.

Nesta sexta-feira,03, às 19h, acesse o link do Google Meet: meet.google.com/vrp-fcey-uk e participe da live: "Dinâmica de infecções com surgimento de bactérias resistentes a antibióticos", com o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e PhD em Engenharia Elétrica (Sistemas) na Cornell University, nos EUA: Fernando Campello. O especialista vai apresentar por meio de modelos matemáticos, quais combinações de antibióticos devem ser usadas em uma simulação de infecção que será realizada por meio de computador.

O professor irá demonstrar como é o mecanismo de infecção no corpo humano e, também, como se dá a propagação de uma bactéria dentro de um hospital. Não perca! É sexta-feira, 03, de julho, venha participar desta encontro on-line e ao vivo!

Esta live está dentro das ações do projeto Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde- IRAS.


Sobre o projeto
Denominação da pesquisa: “Estudo multicêntrico de avaliação epidemiológica das infecções bacterianas relacionadas à assistência à saúde, em usuários da saúde diagnosticados ou não com COVID-19, pelo monitoramento digital no âmbito das comissões de controle de infecções hospitalares”. O projeto também é conhecido como IRAS. O objetivo é a disponibilização de ferramenta de cruzamento de dados junto a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar- CCIH (setor presente dentro dos hospitais). Com este software a ser fornecido e devidamente personalizado, espera-se a redução nos casos de infecção hospitalar entre outros benefícios. Inicialmente, o IFG atuará junto a 20 unidades, dez hospitais em São Paulo e dez em Goiás.

Além do IFG, especialistas de outras instituições compõem a equipe: Universidade Federal de Goiás (UFG), do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O projeto é financiado pelo Ministério da Saúde e é gerido pelo Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência (DAHU). A Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape) realiza a gestão dos recursos.

 

Para assistir as lives anteriores, foi criado o canal no YouTube:
www.youtube.com/channel/UCS5jc_8Jdom_SSNu25djWfg?view_as=subscriber 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Valparaíso

 

 

Fim do conteúdo da página