Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial » Superior » Licenciatura em Ciências Sociais

Licenciatura em Ciências Sociais

Licenciatura em Ciências Sociais

 

Objetivos

 

Geral

Formar licenciados e licenciadas em Ciências Sociais, com amplo conhecimento teórico e prática de pesquisa nas áreas de Antropologia, Sociologia e Ciência Política, capazes de investigar, problematizar e compreender a realidade contemporânea do ponto de vista social, histórico, cultural, econômico e político.

 

Específicos

  1. Desenvolver o potencial crítico para a análise multidimensional da realidade social;

  2. Formar docentes para atuarem no ensino de sociologia em nível médio e de sociologia, ciência política e antropologia em nível superior;

  3. Formar profissionais com competência para elaboração de pesquisas acadêmicas e sociais na área das Ciências Sociais;

  4. Permitir a ampliação da formação cultural e acadêmica;

  5. Contribuir para o enfrentamento dos problemas sociais e para o desenvolvimento regional;

  6. Colaborar para a formação ética e humanística mais ampla;

  7. Desenvolver métodos e técnicas de pesquisa em Ciências Sociais, bem como perspectivas analíticas inovadoras.

 

Perfil Profissional

 

Os profissionais formados pelo curso de Ciências Sociais têm conhecimento científico e capacidade técnica para a compreensão e para a intervenção na sociedade, tanto em nível local quanto nacional. São capazes de atuar na ampliação do conhecimento científico das Ciências Sociais, seja como pesquisador(a) individual ou como membro de equipes multidisciplinares. Possuem competência teórico-metodológica, princípios humanísticos e respeito à formação ética, à cidadania e à pluralidade sociocultural, com autonomia intelectual, capacidade analítica e competência na articulação entre teoria, pesquisa e prática social. O cientista social estuda a sociedade do ponto de vista antropológico, político e sociológico.

A Antropologia se interessa pela análise das relações simbólicas que os grupos humanos desenvolvem e que dá origem às distintas culturas, nos mais diversos contextos ao redor do mundo. Estuda tanto sociedades e grupos pequenos e pouco complexos quanto sociedades complexas contemporâneas. Têm métodos específicos de investigação e se divide em subáreas (antropologia urbana, antropologia política, antropologia da educação, antropologia da saúde, entre outras).

A Ciência Política tem seu foco voltado para o estudo do Estado e das mais diversas relações de poder. Sob esta perspectiva, investiga as instituições (governo, partidos, regras institucionais) e o comportamento político (eleições, opinião pública, movimentos políticos e sociais). Estuda também as ideias políticas (ideologia e cultura política), bem como as relações internacionais e a política comparada.

A Sociologia se preocupa com as relações sociais nas sociedades modernas e contemporâneas. Seu objetivo é analisar e compreender como determinados comportamentos e interações constroem, mantêm ou modificam estruturas sociais. Ocupa-se também com a análise de fenômenos como a desigualdade social, a violência, a educação, o trabalho, a família, dentre outros. A sociologia também tradicionalmente se divide em subáreas de pesquisa e atuação profissional.

 

Mercado de trabalho

 

O mercado de trabalho para cientistas sociais vem se ampliando nos últimos anos, tanto no setor público quanto no setor privado. Sua atuação se dá basicamente nas áreas de pesquisa, docência, assessoria, consultoria e planejamento, podendo atuar, por exemplo:

- na docência em nível médio, em escolas públicas ou privadas, no ensino regular e no ensino técnico.

- na docência acadêmica como professores e/ou pesquisadores universitários, atuando em cursos de Ciências Sociais, Psicologia, Educação, História, Comunicação Social, entre outros, orientando alunos, realizando pesquisas, dando assessorias na área educacional.

- na pesquisa social;

- em levantamentos populacionais e pesquisas de opinião;

- na elaboração de análises sociais para órgãos públicos, empresas privadas, sindicatos, partidos políticos, organizações não governamentais (ONGs) e outras instituições voltadas à ação coletiva;

- no gerenciamento de informações diversas;

- na produção de diagnósticos socioeconômicos;

- na elaboração de projetos de planejamento e de desenvolvimento para uma região ou cidade;

- na proposição de diretrizes políticas, organizacionais e ambientais para empresas;

- na assessoria a candidatos a cargos públicos ou parlamentares/governantes já eleitos.

É cada vez maior a presença de cientistas sociais nos debates sobre os problemas da realidade social e política do país, nos organismos de pesquisa, nos meios de comunicação, nas universidades, nos órgãos governamentais, e no cenário político nacional.

 

Duração

4 anos

 

Turno

Vespertino

 

CONFIRA O PROJETO DE CURSO, CLICANDO AQUI

 

 

CURSOS OFERECIDOS