Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Professor do Câmpus Formosa publica livro sobre pesquisas com o Sítio Arqueológico do Bisnau
Início do conteúdo da página
Publicação

Professor do Câmpus Formosa publica livro sobre pesquisas com o Sítio Arqueológico do Bisnau

Publicado: Sexta, 12 de Abril de 2024, 19h24 | Última atualização em Quarta, 10 de Julho de 2024, 14h26

Obra mostra resultados alcançados em estudos pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e aponta caminhos para a preservação

Livro "Iconografia das Tradições" é fruto de pesquisas pelo Pibic-EM
Livro "Iconografia das Tradições" é fruto de pesquisas pelo Pibic-EM

Seria um sinal? Na última semana, representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) estiveram em Formosa para diálogo com a Secretaria de Cultura do município com o objetivo de dar continuidade a um processo antigo – de quase 40 anos - de registro de tombamento do Sítio Arqueológico Lapa da Pedra, localizado em Formosa. Justamente no dia anterior ao encontro, 4 de abril, a editora Atena publicou o livro “Iconografia das Tradições”, de autoria do professor do Câmpus Formosa do Instituto Federal de Goiás (IFG), Edson Rodrigo Borges, que também trata de outro sítio arqueológico reconhecido: o Sítio Arqueológico do Bisnau.

O livro aborda resultados de pesquisas realizadas pelo professor juntamente com estudantes do Ensino Médio do Câmpus – Michele Rodrigues, Luiza Cruz, Gabriel Silva e Guilherme Sousa –, pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic-EM). O estudo, que contou com bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do IFG, foi feito em três etapas e concluído no ano passado, com a elaboração de imagens de petróglifos do Bisnau em três dimensões que compuseram o ambiente virtual e interativo do Bisnau no blog  Arqueologia Formosa, criado pelo grupo.

Vista aérea do Lajedo do Bisnau
Vista aérea da região do Lajedo do Bisnau

Segundo o autor Edson Borges, inicialmente, o objetivo da pesquisa era “a criação de um banco de imagens para auxiliar estudiosos no mapeamento das representações”. Entretanto, com o retorno ao local, em 2023, verificou-se um rápido desgaste das imagens rupestres e foi dado início a um novo trabalho: a produção de imagens em modelo 3D para a criação de uma réplica virtual de uma parte do local histórico. Com isso, o objetivo era contribuir na preservação do lajedo, protegendo o ambiente da ação humana.

 

                  

         Fotografias mostram estado de conservação de representação rupestre em intervalo de seis anos

Acesse aqui gratuitamente o e-book "Iconografia das Tradições".

No Brasil, há milhares de sítios arqueológicos identificados pelo IPHAN; em Goiás são mais de mil e na cidade de Formosa existem 42. Entretanto, em todo o país, apenas sete sítios são tombados pela União. Os processos são lentos e envolvem interesses dos proprietários das terras e do poder público. Ambos os sítios, do Lajedo do Bisnau e da Lapa da Pedra (conhecido como Toca da Onça) aguardam um olhar apurado e ágil do IPHAN, para que as belezas históricas e artísticas contidas nestes ambientes não se percam com as intempéries e ações do homem.

Neste sentido, a visita do IPHAN ao município traz esperança para a preservação da memória local. Porém, enquanto o tombamento não ocorre, a comunidade e demais pesquisadores podem conhecer a área e suas imagens datadas de até 10.000 AP (antes do presente) com a ajuda da tecnologia e podem se aprofundar com a leitura da obra “Iconografia das Tradições: um olhar sobre o patrimônio cultural e material arqueológico dos petróglifos do Bisnau”. O Câmpus Formosa do IFG, por meio de suas pesquisas, pode contribuir ainda mais para a preservação destes ambientes. “Com o tombamento, o IFG poderia atuar ainda em ações mais concretas para ajudar na preservação”, declarou Edson Borges.

 

Acesse aqui o blog Arqueologia Formosa e conheça o Sítio Arqueológico do Lajedo do Bisnau.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Pesquisa do Câmpus Formosa disponibilizará imagens 3D do Sítio Arqueológico do Bisnau

Sítio Arqueológico do Bisnau é objeto de estudo em pesquisa científica

 

*Fotos: Arquivo pessoal Edson Borges

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Formosa

Fim do conteúdo da página