Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Brampssol

Equipes apresentam aplicativos, coleta seletiva e processo de decomposição como alternativas de eficiência energética para Itumbiara

Criado: Sexta, 17 de Setembro de 2021, 20h11 | Última atualização em Quinta, 30 de Setembro de 2021, 10h35

Propostas foram demonstradas na reunião final do Brampssol – projeto de ação educativa e habilidades comportamentais

 

“Considerando os aspectos de sustentabilidade, como contribuir para a eficiência energética na cidade de Itumbiara (Goiás)?”. Foi com esse tema em mente que quatro times, formados por estudantes do Ensino Médio, se debruçaram em busca de informações e soluções inovadoras para problemas relacionados ao descarte e produção de lixo, geração de energia, economia, sustentabilidade, eficiência energética entre outros. Esses times, inicialmente formados por estudantes que não se conheciam, foram tutorados por alunos da graduação com habilidades de liderança, pesquisa, relacionamento interpessoal, comunicação, uso de novas tecnologias, resolução de problemas e proficiência em inglês; além de muitas outras habilidades.

Juntos, eles integraram as esquipes da 1ª edição do Brazilian Maker Project and Soft Skills Oriented for Leadership (Brampssol), projeto inovador do IFG Câmpus Itumbiara. Na proposta de metodologia do Brampssol, os professores são coadjuvantes e os alunos os verdadeiros protagonistas. São eles os responsáveis por pesquisar sobre o tema, aplicar questionários, reunir as informações, resolver problemas, propor soluções viáveis e apresenta-las destacando cada uma das vantagens defendidas.

Essa rica experiência proporciona aos estudantes a experiência de um estágio aliado à cultura do do it yourself (DIY) – faça você mesmo. E ainda a possibilidade de desenvolver ou aprimorar habilidades, trabalho em equipe, comunicação, uso de ferramentas digitais entre outros. Apesar do curto período, apenas três meses, é nítido para os envolvidos no Brampssol o quanto o projeto foi capaz de proporcionar crescimento e transformar a forma como os estudantes lidam com problemas regionais e nacionais.

Confira abaixo o nome dos integrantes e a proposta de eficiência energética apresentada pelos grupos:

 

Time 1: EnergyOne – Solutions and Sustainability (Instagram: @energyone_eoss)
Proposta: aplicativo de fácil manuseio com a finalidade de demonstrar as vantagens das aplicações da eficiência energética. Com ele o usuário será capaz de calcular a economia de energia e financeira se aplicasse as soluções apresentadas; o que também resultaria em redução dos impactos negativos na rede elétrica e no meio ambiente.

Integrantes:
Pedro Henrique G. Ferreira
Sophia Gambardello
Yasmin Moraes
Gustavo de Souza Ferreira (tutor)

 

Time 2: Dynamos (Instagram: @dynamos_brampssol)
Proposta: aplicativo para ser implementado ao da concessionária de energia elétrica, de fácil uso e capaz de contribuir para otimizar o consumo de energia, diminuir custos e tornar mais transparência a relação do consumidor com a concessionária.

Integrantes:
Ana Júlia Castilho
Bruna Pereira Inácio
Rian de Jesus
João Eduardo (tutor)

 

Time 3: Eficien3rgy (Instagram: @eficien3rgy)
Proposta: instalação de pontos de coletas seletiva para o consumidor levar os materiais recicláveis e converter em descontos na conta de energia. Isso contribuiria para uma cidade mais limpa e uma população mais consciente em relação ao descarte de lixo.

Integrantes:
Anna Karolyna M. Rodrigues
Bárbara Franco Oliveira
Marcos Vinicius Faria
Matheus Monteiro Cabral (tutor)

 

Time 4: Grupo 4lpha (Instagram: @4lphagroup)
Proposta: realização da pirólise que é um processo termoquímico gerador de energia elétrica com capacidade de decompor o lixo e transformá-lo em carvão ecológico, óleo e gases combustíveis. A pirólise é autossustentável, não gera gases poluentes e é de fácil armazenamento e transporte dos produtos.

Integrantes:
Isabella Lucindo
Rayla Santos
Gustavo Silva
Nelson Rodrigues (tutor)

Para Nelson Rodrigues, um dos tutores, os alunos participantes do projeto foram incríveis e o resultado deles extraordinário. “Ninguém jamais imaginaria tamanha evolução por parte desse grupo (...) experiência que tiveram mostra que são capazes de solucionar e realizar qualquer projeto”. Já na opinião da participante Rayla Santos, integrar o Brampssol possibilitou a ela muito crescimento, além de ter adquirido ainda mais consciência em relação ao consumo de energia. “Foi uma experiência incrível”, afirmou ela.

 

Considerações

Entre vários servidores, estudantes e gestores do Câmpus Itumbiara e de outras unidades do IFG, que prestigiaram o Demoday do Brampssol, estava o reitor do Instituto Federal de Goiás, prof. Jerônimo Rodrigues da Silva, que não poupou elogios à iniciativa inovadora do Brampssol e fez questão de afirmar que a metodologia do projeto está pronta para ser apresentada como modelo para toda a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Inclusive, o diretor eleito do Câmpus Jataí e coordenador do Projeto Lapassion no IFG, Ruberley Rodrigues de Souza, garantiu que irá demonstrar a ideia do Brampssol na semana que vem, no encerramento da edição  2020/2021 do LaPassion, na Espanha.

O professor Ruberley também demonstrou imensa satisfação em ver o quanto o LaPassion contribuiu com a formação dos estudantes que hoje atuam como tutores no Brampssol, afirmou que o projeto está um espetáculo e que sente muito orgulho de todos os integrantes.

Ghunter Paulo Viajante, um dos diretores do Brampssol, comentou: “É emocionante participar e vivenciar o sucesso dos nossos alunos. É muito gratificante ver a capacidade de realização dos estudantes que atuaram com base na tecnologia DIY”. O professor afirmou ainda que o nível de execução das equipes se equipara ao trabalho de profissionais da área de engenharia. O também diretor do projeto, Marcelo Escobar de Oliveira, falou do seu entusiasmo ao perceber a capacidade de trabalho dos estudantes e o quanto eles possuem iniciativa e capacidade de uso de tecnologias e ferramentas inovadoras; e também demonstrou seu desejo de que mais instituições de ensino do Brasil possam aplicar a metodologia do Brampssol.

Para a diretora-geral do Câmpus Itumbiara, Aline Barroso, a capacidade de clareza e consolidação, o crescimento, potencial, e determinação dos estudantes foi surpreendente. Vocês entraram como compromisso para apresentar o melhor resultado e conseguiram, resumiu a gestora.

 

Convidados

Também estiveram presentes na atividade a professora do IFG e membro organizadora do Lapassion Etapa Goiânia, Suelene Vaz da Silva; o diretor de pesquisa e inovação, Thiago Eduardo Pereira Alves; o assessor de planejamento e desenvolvimento institucional do IFG, Weber Tavares; além de outros gestores e servidores do Câmpus Itumbiara.

 

Setor de Comunicação Social e Eventos – Câmpus Itumbiara.

 

 ______________________

Notícias relacionadas

Câmpus Itumbiara lança o Brampssol – projeto com foco em ações educativas e de eficiência energética: https://www.ifg.edu.br/component/content/article/17-ifg/ultimas-noticias/24991-lancamento-brampssol-2 

Fim do conteúdo da página