Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Professoras produzem vídeos e levam literatura para as redes neste momento de isolamento social
Início do conteúdo da página
Ação cultural

Professoras produzem vídeos e levam literatura para as redes neste momento de isolamento social

A iniciativa de produção de vídeos-literários reúne docentes da área de Linguagens do Câmpus Goiânia

  • Criado: Segunda, 06 de Abril de 2020, 16h18
  • Última atualização em Terça, 14 de Abril de 2020, 07h40

Como dizia o poeta e escritor Ferreira Gullar: “A arte existe porque a vida não basta”. E apropriando-se dessas palavras, docentes da área de Linguagens do Câmpus Goiânia do Instituto Federal de Goiás (IFG) produzem vídeos-literários recitando poemas e poesias com o propósito de contribuir com a comunidade acadêmica, levando um alento para esse momento difícil de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Para o primeiro vídeo, as professoras James Deam Freitas, Limerce Ferreira Lopes e Micheline Lage escolheram o poema Reinvenção, de Cecília Meireles. A produção contou também com a edição do vídeo feita pela professora Deusa Castro.

Assista aqui ao vídeo-literário do poema Reinvenção, de Cecília Meireles, produzido por docentes da área de Linguagens do Câmpus Goiânia do IFG

Segundo as docentes organizadoras da iniciativa, trata-se de um projeto da área de Linguagens, que visa promover a leitura coletiva de textos literários diversos.  As professoras criaram um grupo de trabalho no WhatsApp, e, por meio desse canal, elas pretendem apresentar sugestões de textos literários que serão, posteriormente, produzidos como vídeos-literários  a serem compartilhados nas redes sociais.

Para o vídeo inaugural do projeto, o grupo selecionou o poema Reinvenção, de Cecília Meireles. Sobre a escolha desse poema de Cecília Meireles, a professora James Deam Freitas explica: “Não só por ser uma célebre representante de nossa literatura, mas pela potente mensagem que o texto evoca. Dessa forma, pretendemos fornecer nossa contribuição nesses tempos difíceis, com nosso material de trabalho, de vida e de humanidade: a literatura”.

Versão em Libras

O primeiro vídeo teve ainda uma versão elaborada na Língua Brasileira de Sinais, a Libras, com a participação da professora do Câmpus Goiânia do IFG, Soraya Bianca. Desse modo, contemplando também a linguagem da comunidade surda do Brasil. A docente se apropriou de um vídeo do poema Reinvenção já existente no YouTube, que foi narrado por Deborah Schcolnic, e interpretou para a Libras.

A intenção das professoras da área de Linguagens do Câmpus Goiânia do IFG é produzir outros vídeos-literários durante este período de isolamento social, como uma forma de acalentar a comunidade acadêmica e os demais interessados na arte da palavra. Os primeiros vídeos podem ser conferidos nas redes sociais do Câmpus Goiânia do IFG no FacebookInstagramTwitter  e no LinkedIn


Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia do IFG.

Fim do conteúdo da página